Refinaria da Petrobras no Japão opera normalmente

Petrobras-japan%20nansei%20sekiyu%20refinery

Nansei Sekiyu, em Okinawa, processa 100 mil boed. Petrobras tem cerca de 200 empregados no Japão
português14.03.2011, Petrobras - Assessoria de Imprensa

 

A Petrobras informou, por meio de nota ao mercado, que suas atividades no Japão não foram afetadas pelo tremor de 8,9 graus na escala Richter, que atingiu a costa nordeste do país, na última sexta-feira. De acordo com a estatal brasileira, os empregados da companhia estão em segurança e não há registro de feridos. Também não houve danos materiais às instalações da Petrobras no Japão. "A refinaria Nansei Sekiyu (NSS), localizada na ilha de Okinawa, está operando normalmente. A Petrobras detém 100% de participação no ativo, que possui capacidade de processamento de 100 mil barris de óleo equivalente diários (boed).  A companhia tem cerca de 200 empregados no Japão", dizia o comunicado.

O terremoto no Japão provocou a interrupção nas atividades de pelo menos cinco grandes refinarias de petróleo no país, diminuindo em aproximadamente 1,2 milhão de barris por dia (25%) a capacidade de refino japonesa. Em duas dessas plantas afetadas (Sendai e Chiba), houve princípio de incêndio nos tanques de armazenagem, mas as operadoras disseram que não houve danos à infraestrutura.